JOGOS PARALÍMPICOS TÓQUIO 2020

Comunicações do CPP

   

Veja-nos

Facebook Youtube

Publicidade

VILT GROUP Get Adobe Flash player

White Get Adobe Flash player

Dom Pedro Hotels Get Adobe Flash player

Portugal de partida para a Taça do Mundo IPC em Londres

19-04-2018 12:13:16

A comitiva portuguesa de atletismo adaptado partiu esta manhã, 19 de Abril, do Aeroporto de Lisboa rumo a Londres para participar na Taça do Mundo do Comité Paralímpico Internacional (IPC) que decorre a par com a Maratona de Londres no dia 22 de Abril. Os atletas Manuel Mendes, Hélder Mestre, Gabriel Macchi, Joaquim Machado e Jorge Pina voaram com o sonho de honrar Portugal com resultados positivos numa prova que se antevê de dificuldade elevada.

Hélder Mestre, atleta paralímpico em cadeira de rodas, revelou a ambição de “conseguir um tempo que se aproxime do record do mundo” na maratona como resultado de “três meses de treino bastante intensos”. Apesar de no seu caso os resultados a nível de classificação geral estarem condicionados pela desvantagem de competir na categoria T52 relativa a pessoas portadoras de grau de deficiência inferior, Hélder Mestre reiterou a “confiança para abordar uma prova complicada” com a prioridade principal de “cumprir as velocidades instantâneas e médias” que tem bem estipuladas para a prova na cidade londrina.

Também Jorge Pina vai participar na Taça do Mundo do IPC em Londres com aspirações elevadas. O atleta portador de insuficiência visual garantiu que as “expectativas são boas” e apontou a meta de “ficar bem classificado de preferência no top 10” no culminar de um trabalho de preparação específico para as características desta prova.

“Vou tentar deixar que este seja o meu dia e, quem sabe, trazer uma medalha para Portugal. Uma boa marca neste contexto estaria a rondar as 2h40m, mas uma maratona é uma incógnita onde nunca se sabe o que pode acontecer. Normalmente no início está tudo tranquilo, mas com o decorrer da prova começam a aparecer as dificuldades, o cansaço, e os demónios a colocarem tudo em causa. Nesse momento é fundamental ter uma grande força mental para não desistir”, atirou Jorge Pina.

Para além de Hélder Mestre e Jorge Pina, na manhã de dia 22 de Abril vão estar na estrada Gabriel Macchi e Joaquim Machado, ambos deficientes visuais, e Manuel Mendes, bronze nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016 na vertente de deficientes motores.

#ParalímpicosPT

< Voltar

II Congresso do CPP

MAPA DE INCLUSÃO DESPORTIVA

REDESP

AUTORIDADE ANTIDOPAGEM DE PORTUGAL

CAMPANHA